quinta-feira, 20 de fevereiro de 2014

Batido verde

Há algum tempo que em sites de nutrição e blogs, não se fala de outra coisa que não os batidos verdes. Sentido alguma falta de verduras e fruta na minha alimentação, decidi que esta seria uma boa forma de os consumir todos os dias, mesmo que em pequena quantidade.



Visualmente podem parecer um bocado estranhos, mas em termos de sabor são bastante leves e fáceis de beber.

Procurei na internet várias "fórmulas" e é esta que tenho seguido:

- Verduras (até dois tipos): espinafres, agrião, couve, rúcula,salsa, alface, etc.
- Fruta (até 2 tipos): maçã, melão, ameixa, damasco seco, pêssego, frutos vermelhos, sumo de laranja, etc.
-Legumes (até dois tipos): abóbora, aipo, pepino, etc.
- Sementes (até 1 tipo) : linhaça, chia, maca, etc.
- Raízes (até 1 tipo): cenoura, beterraba, inhame, etc.

Finalizar com água, chá verde, leites vegetais (soja, amêndoa, côco).


No fim junto sempre alguma hortelã fresca ou seca para dar um sabor fresco ao batido.

Os meus batidos geralmente são de espinafres (que tenho sempre em casa), maçã e morango, linhaça ou spirulina em pó, cenoura, água ou água de côco e hortelã. O sabor predominante é sem dúvida a maçã e a hortelã.

1 comentário:

  1. Boa tarde,

    Tenho produção própria de miolo (grão) de amêndoa e azeite de trás-os-montes. Vendo pequenas quantidades (min. 5l e 1kg). Vivo em Almada/Lisboa. Eventualmente poderei entregar noutras zonas se ficar em caminho (por exemplo quando vou à terra)

    Cumprimentos,

    João Tomé
    joaobtome@gmail.com

    ResponderEliminar